Política

Câmara de Palmas: Amastha quer ‘licença particular’ de Brasão por questões éticas e morais

Presidente Janad tem até a próxima segunda-feira, 13, para dar a resposta

Foto: Divulgação

A presidente da Câmara de Palmas, vereadora professora Janad Valcari (Podemos), tem até a próxima segunda-feira, dia 13 de setembro, para dar a resposta sobre a licença do vereador Sgt. Júnior Brasão (PSB).

Conforme disse o presidente regional do PSB, ex-prefeito Carlos Amastha, a presidente teria que conceder a licença dividida em duas partes. “De agora até 31 de dezembro e mais alguns dias no próximo ano”, disse Amastha.

Deputado Federal Eli Borges sugere “cinco remédios” para combater a crise no STF

A polêmica iniciou após Brasão pedir licença de mais de 120 dias a pedido do PSB. O suplente do vereador é o Coletivo SOMOS, com primeira experiência de mandado coletivo em Palmas. No entanto, a presidente da Casa não aceitou a convocação do SOMOS porque, segundo ela, o regimento interno não permite. Então, Amastha disse que entraria na justiça para garantir a licença de Brasão.

[relatedposts]

Amastha afirma que quer seguir com a licença por interesse particular, por não considerar ético e moral um pedido de licença médica. “Quando é por licença médica a Câmara tem que pagar dois salários, do que se afasta e do que assume”.

“A gente quer uma licença de interesse particular, porque, dessa maneira, quem sai não tem direito a receber salário”, afirma Amastha.

CORRIDA AOS POSTOS: Filas quilométricas começam a diminuir em Palmas

O que diz o Coletivo SOMOS?

Alexandre Peara, representante do SOMOS, afirmou que o Coletivo não faz parte da briga, “é pedido do PSB, não do SOMOS”. É a primeira experiência de mandato coletivo em Palmas e obteve 877 votos nas eleições de 2020.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios