Política

Kátia Abreu propõe live “CPI Simulada” para Carlesse explicar sobre superfaturamento de máscaras

Foto: Reprodução

A senadora Kátia Abreu (Progressistas) publicou um vídeo em sua rede social propondo uma live com a presença do governador do Tocantins, Mauro Carlesse (PSL), para prestar esclarecimentos sobre o suposto superfaturamento de máscaras, durante a pandemia da Covid-19, investigado pela Polícia Federal. 

A PF investigou a compra sem licitação de 12 mil máscaras realizada em duas empresas. O custo somado chegou  a R$ 420 mil, sendo que o governo chegou a pagar R$ 35 por unidade, mesmo tendo processo de licitação para comprar itens idênticos por valores entre R$ 1,93 e R$ 3,64.

Para prestar esclarecimento sobre o caso, Carlesse foi convocado para prestar depoimento à CPI da Pandemia no dia 26 de maio, por meio de requerimento apresentado pelo senador Alessandro Vieira (Cidadania – SE). No entanto, a convocação de Carlesse, e de mais nove governadores, foi suspensa pela Ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF). 

Conforme a ministra, os governadores prestam contas às Assembleias Legislativas locais, em relação às contas de governo ou de gestão estadual, e ao Tribunal de Contas da União (TCU), no caso de recursos federais, e não perante o Congresso Nacional.

[relatedposts]

Para não passar batido, a senadora Kátia Abreu desafiou o governador a realizar uma live para responder perguntas feitas pelos seus seguidores. “Eu desafio a participar desta CPI simulada via live. Os seus assessores que possam estar vendo esse vídeo podem marcar dia e hora que eu adapto a minha agenda”, disse Kátia. 

No fim do vídeo, Kátia provocou Carlesse com uma das perguntas enviadas à senadora. “Governador, a Polícia Federal está acusando o senhor de ter comprado 88 mil máscaras no ano passado por R$ 2,5 milhões sem licitação e a PF diz que o senhor comprou cada máscara por R$ 29,35, mas que o preço do mercado, aonde todo mundo estava comprando variava entre R$ 1,93, até R$ 3,64. O senhor poderia me responder e explicar o porquê de ter comprado uma máscara tão cara enquanto outros governadores e prefeitos compravam tão mais barato?”, perguntou.

Foto: Reprodução

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios