Política

Famílias contempladas no Residencial Porto Real conhecem seus novos endereços

Sorteio ocorreu nesta sexta-feira, 09, e momento também contou com a eleição da associação de moradores e aprovação do estatuto interno

Segurança, referencial de identidade, dignidade e esperança em oferecer um futuro melhor aos filhos são alguns dos sentimentos compartilhados pelas 144 famílias contempladas com uma unidade habitacional do Residencial Porto Real, cujos endereços foram sorteados na tarde desta sexta-feira, 9, pela Prefeitura de Palmas, por meio da Secretaria Municipal de Habitação (Sehab).

O empreendimento está localizado na Arse 132 (1304 Sul), em frente à Escola de Tempo Integral Almirante Tamandaré, e faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento PAC – Urbanização de Favelas – Produção de Habitação Coletiva para Erradicação do Risco Social – PAC Meta 04.

Emocionada por ter um lar próprio para abrigar sua família, a dona de casa Bruna Morais de Carvalho, 29 anos, diz que se sente mais tranquila para cuidar de seus filhos. Ela é mãe de duas meninas, de oito e três anos, e de um menino de quatro anos que necessita de cuidados especiais. Ela está grávida de seu quarto bebê, que deve nascer até o próximo mês de setembro. “Para nós é um sonho realizado, esperamos muito por esta conquista. Agora teremos mais qualidade de vida, vamos sair do aluguel para investir em um imóvel nosso. Esse é o desejo de quase todo mundo e estou feliz demais”, emocionou-se.

E esta sensação de ver um sonho tornar-se realidade também é compartilhado pelo casal Claudiana França Lima, 34 anos, lavradora, e Francisco das Chagas de Miranda, 39 anos, ajudante de pedreiro, pais de sete filhos, sendo que o mais velho tem 16 anos e o mais novo de um ano.

[relatedposts]

Claudiana conta, com voz embargada, que esse apartamento eleva a família a um novo patamar, com a promessa de dias melhores. “Onde moramos hoje não temos nenhuma segurança. Estamos em um barraco improvisado e já esperávamos por esta oportunidade há bastante tempo. Agora chegou nossa vez”, comemorou.

A lavradora diz que a felicidade foi ainda maior porque além de sua própria família, também foram agraciadas pelo programa habitacional, sua sogra e sua cunhada. “Estamos gratos não só por meus filhos, mas por nossos sobrinhos e as demais famílias que ficaram sabendo de seus endereços hoje, creio que todos estejam tão felizes e agradecidos como nós”, concluiu.

A cunhada de Claudiana é a doméstica Maria Félix Ferreira de Miranda, 39 anos, mãe de seis filhos e responsável por um neto de um ano. Ela também experimentou a emoção de conhecer seu endereço definitivo. “A gente vai sair de uma área de risco para morar em um apartamento. Estou podendo oferecer aos meus filhos uma oportunidade que não tive, por isto estou tão grata a Deus e ao programa de moradia popular da Prefeitura de Palmas”, falou.

Etapas

O secretário Municipal de Habitação, Fábio Frantz, explica que já na próxima segunda-feira, 12, a Sehab vai enviar a relação dos proprietários dos apartamentos do Residencial Porto Real para a Energisa, concessionária de energia, e BRK Ambiental, concessionária de água e esgoto, para que possam solicitar a contratação dos serviços para suas unidades.

Na sequência, a Sehab vai entregar os apartamentos, o que deve acontecer até o final deste mês de julho. “As obras desse empreendimento foram iniciadas em 2009, pararam e foram retomadas duas vezes. Agora, a atual gestão concluiu o empreendimento e está entregando para as 144 famílias selecionadas, que passam a ter um endereço definitivo e livre de prestação”, disse o secretário, acrescentando: “Estamos priorizando a conclusão de obras já iniciadas, conforme a capacidade financeira do município.”

Na pós-ocupação serão oferecidos cursos profissionalizantes para auxiliar a geração de renda das famílias, além de palestras sobre gestão condominial, convivência, dentre outros temas. “O intuito é oferecer às famílias contempladas todo o apoio necessário para que se fixem em suas novas moradias”, argumentou o secretário de Habitação.

Gestão condominial

Além do sorteio de endereços, a Sehab ainda aprovou o regimento interno do condomínio e realizou assembleia com as famílias para definição da taxa condominial e eleição da associação de moradores. “Agora foi formada uma associação de moradores, tendo em vista que ainda não há uma constituição condominial. Porém, quando esses trâmites forem concluídos, a associação será migrada para Comissão de Gestão do Condomínio”, explicou Fábio Frantz.

 

FOTOS: LIA MARA

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios