Política

Estado apresenta números conflitantes na quantidade de leitos de UTI

Foto: Divulgação

O Estado deve disponibilizar, no prazo de 10 dias, leitos de UTI para condução pós-operatória de 12 pacientes que aguardam por procedimento cirúrgico no Hospital Geral de Palmas (HGP). A Ação Civil Pública é proposta pelo Ministério Público do Tocantins e pela Defensoria Pública do Estado. 

As instituições alegam que o Estado informou em ofício a existência de 156 leitos convencionais, que não são para uso de tratamento contra a Covid-19. Do total, 145 estão no SUS e 11 leitos foram contratados da rede privada. Este número entra em conflito com o indicado nos gráficos do Portal Integra Saúde, que apresenta somente 47 leitos.

A insuficiência de leitos é confirmada diante da espera de 12 pacientes internados no HGP, aguardando por cirurgia e com exigência de leitos de UTI para o pós-operatório.

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios