Política

Fiscalização no Rio Tocantins apreende 2650 metros de redes em junho

Operações de fiscalização integrada visa orientar frequentadores das margens dos rios e a repressão de crime ambiental

28.06.2021 – Cleide Veloso/Governo do Tocantins

As operações de fiscalização integrada do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e Guarda Metropolitana Ambiental de Palmas, no mês de junho, somam a apreensão de 2650 metros de redes e cinco tarrafas realizadas às margens do lago da UHE Usina Hidrelétrica Luís Eduardo Magalhães.

Com foco no combate à pesca predatória, as equipes percorreram trechos do Rio Tocantins em quatro municípios, Ipueiras, Porto Nacional, Palmas e Lajeado. Durante a ação, as equipes de fiscalização visitaram acampamentos situados às margens do lago e abordaram várias embarcações.

“A intensificação das operações visa a orientação dos frequentadores das margens dos rios, em território tocantinense e quando verificada a ocorrência, atuamos com os procedimentos previstos na legislação para a repressão de crimes ambientais. Estamos em um período tradicionalmente reservado à temporada de férias. Além do distanciamento social é preciso todos estarem atentos à legislação ambiental vigente e as características climáticas do momento para evitar transtornos”, destacou Cândido José dos Santos Neto, gerente de Fiscalização Ambiental do Naturatins.

[relatedposts]

Nesse período, os cuidados com o uso do fogo são orientados aos visitantes e de acordo com os relatórios das operações, as pessoas abordadas receberam também orientações quanto à obrigatoriedade do uso da carteira de pesca, a portaria que estabelece a cota zero e sobre a destinação do lixo produzido nos acampamentos.

Órgãos parceiros

A fiscalização integrada conta com o Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA), Polícia Rodoviária Federal (PRF), Marinha do Brasil (Capitania Fluvial Araguaia-Tocantins), Instituto Brasileiros de Recursos Naturais Renováveis (Ibama), Ministério Público Estadual (MPE), Delegacia Especializada de Repressão  à Crimes Contra o Meio Ambiente  e Conflitos Agrários (Demag), Fundação Municipal do Meio Ambiente de Palmas, Guarda Metropolitana Ambiental de Palmas,  Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Tocantins (Adapec) e  Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em todo o Estado.

Crédito Fotos _ Fiscalização – Naturatins/Governo do Tocantins

Extensão da orla da Graciosa já tem melhorias em processo final de implantação

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios