Política

Justiça pede explicação ao Estado sobre paralisação de exames de tomografia e ressonância no HGP

Foto: Ademir dos Anjos

Nesta quinta-feira, 10, a Justiça intimou o secretário estadual de Saúde para que preste informações sobre o funcionamento dos serviços de tomografia e ressonância magnética no Hospital Geral de Palmas (HGP).

De acordo com o Ministério Público do Tocantins (MPTO), que solicitou à Justiça, a interrupção dos exames comprometeu a realização de cirurgias neurológicas. O gestor tem dois dias para se informar sobre as irregularidades, além de comprovar as medidas tomadas para sanar a interrupção do serviço. 

Prefeitura intensifica fiscalização para garantir cumprimento de medidas contra a Covid-19

Conforme o juiz Gil de Araújo Corrêa, o descumprimento poderá implicar em crime de desobediência e ato atentatório à Justiça. 

[relatedposts]

O pedido foi protocolado pela promotora de Justiça Araína Cesárea D’Alessandro, no  âmbito de uma ação civil pública que requer a regularização dos procedimentos de neurocirurgia no HGP.

Eli Borges propõe inclusão da cultura gospel na Lei Aldir Blanc

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios