Policial

Mulher de 24 anos é presa pela PM por dirigir embriagada em Porto Nacional

A condutora além de dirigir sob visível estado de embriaguez, era inabilitada e desacatou a equipe policial.

Na madrugada de domingo, 06, a Polícia Militar prendeu uma mulher, 24 anos, no setor Novo Planalto, na cidade de Porto Nacional, por conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada. Além da embriaguez a condutora também não possuía habilitação.

Policiais Militares do 5º Batalhão de Polícia Militar (5º BPM) em atendimento a uma averiguação, depararam-se com o veículo VW GOL, branco, em trânsito e deram ordem de parada. O veículo estava ocupado por quatro indivíduos (dois casais) e ao ser realizada a vistoria no carro, foram encontradas 22 garrafas de cerveja de 300 ml, vazias em seu interior.

Fiscalização ambiental da GMP lança programa de notificação educativa contra as queimadas

A condutora do veículo que apresentava visíveis sinais de embriaguez como olhos vermelhos, forte odor etílico e agressividade, confessou aos policiais que fazia uso de bebida alcoólica desde as 15hs do sábado, e em seguida começou a se exaltar e desacatar a equipe policial. Ela também relatou não possuir habilitação e que o veículo era do seu amásio, 28 anos.

[relatedposts]

Diante do exposto, foi dada voz de prisão à condutora, que junto com o proprietário do veículo foram apresentados na Delegacia de Polícia Civil, onde foi lavrado em desfavor da condutora um auto de prisão em flagrante por embriagues ao volante e desacato, e ao proprietário do veículo um Termo Circunstanciado de Ocorrência – TCO, por entregar direção do veículo a pessoa não habilitada.

Edição: Andressa Santos

Revisão Textual: Andressa Santos

CONCURSO: 14.512 candidatos inscritos não comparecem para a prova de soldado da PMTO

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios