Policial

Vice-governador e comandante da PM participam de consulta para implantação de colégio militar

Comunidade de Taquaruçu aprovou por unanimidade a implantação de metodologia militar no Colégio

Cláudio Paixão/Governo do Tocantins

O Governo do Tocantins realizou nesta quarta-feira, 26, consulta pública para implantação da metodologia militar no Colégio Estadual Duque de Caxias, no distrito de Taquaruçu. Na solenidade, que contou com a presença do vice-governador do Estado do Tocantins, Wanderlei Barbosa, a comunidade aprovou por unanimidade a implantação.

A consulta pública foi realizada após apresentação da proposta para os profissionais da unidade de ensino e para a comunidade. O vice-governador destacou a mobilização dos moradores de Taquaruçu. “É um desejo da sociedade que se manifestou por meio de uma abaixo-assinado com mais de mil assinaturas, pedindo a implantação da metodologia militar no Colégio Estadual Duque de Caxias. Não tenho dúvida que o trabalho conjunto que será desenvolvido aqui, trará resultados altamente positivos”, explicou.

Ainda de acordo com Wanderlei Barbosa, o projeto traz para Taquaruçu dois elementos essenciais para o desenvolvimento humano. “Nós teremos aqui polícias reforçando as atividades educacionais e a segurança desse distrito, que é ponto turístico e que recebe pessoas de várias partes do Tocantins e do Brasil”, pontuou.

[relatedposts]

Vice-presidente da Câmara, Rubens Uchôa participa da doação de área da Escola Cívico-Militar

Conforme explicou a titular da Secretaria de Estado da Educação, Juventude e Esportes (Seduc), Adriana Aguiar, o trabalho na rede estadual de ensino é realizado de forma articulada. “A Polícia Militar é uma das grandes parceiras da Educação, não só com a implantação dos Colégios Militares, mas com o Proerd [Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência]. E o que temos vivenciado é um trabalho articulado entre a Educação e a PM. Estou muito feliz em estar aqui, especialmente pelo acolhimento da comunidade”, destacou.

Adriana Aguiar também enfatizou o papel dos discentes no desenvolvimento das atividades dos colégios militares. “Os professores continuam sendo os regentes das salas de aulas. São esses profissionais que têm a formação para essa função, os militares serão parceiros na manutenção da ordem dentro do espaço escolar”, reforçou.

O comandante-geral da Polícia Militar (PM) do Tocantins, Júlio Manoel da Silva Neto, indicou que o papel da PM é somar no processo de administração da unidade de ensino. “A Educação tem um corpo de profissionais muito capacitado e nós estamos aqui para somar com o trabalho que vem sendo desenvolvido na unidade de ensino. Queremos despertar ainda mais a participação dos pais no dia-a-dia da escola”, ressaltou.

A pedagoga Soranne Alves de Moura Borges, tem uma sobrinha matriculada na unidade de ensino e comemorou a mudança. “A partir de agora passamos a ter mais confiança em deixar os nossos jovens na unidade de ensino. Sabemos que aumenta a segurança e eu acredito que também melhora muito a disciplina dos alunos. É uma grande conquista para nós”, comemorou.

Colégio Militar

Atualmente, o Tocantins conta com 19 Colégios Militares distribuídos nos seguintes municípios: Araguaína, Arraias, Araguatins, Augustinópolis, Colinas, Dianópolis, Taguatinga, Alvorada, Gurupi, Palmeirópolis, Guaraí, Miracema, Palmas, Cristalândia, Paraíso, Porto Nacional e Pindorama.

Essas unidades de ensino alinham a metodologia da rede estadual à rotina militar, de forma dinâmica, por meio de projetos interdisciplinares nos quais são trabalhados os seguintes temas: valores, drogas,  sexualidade, trabalho, preconceito, saúde, sustentabilidade, família, respeito e valorização à diversidade cultural e étnica.

O Colégio Estadual Duque de Caxias conta com 381 alunos matriculados para o ano letivo de 2021, e oferta do 8º ao 9º ano do ensino fundamental, além de ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA) – Terceiro Segmento. A unidade funciona no período matutino e noturno.

Presenças 

Além da comunidade, também participaram da consulta pública, o deputado estadual Léo Barbosa; o chefe do Estado Maior, Wesley Borges Costa; o vereador Marilon Barbosa; o secretário-executivo da Setas, Tiago Costa; e a diretora Regional de Educação, Juventude e Esportes, Maristélia Alves.

Eudes Assis e prefeita Cinthia participam da doação de área da Escola Estadual Cívico-Militar

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios