Gospel

Após separação, Pastor famoso afirma não ser mais cristão

Grande autor de best-seller renuncia a fé.

Após separação, Pastor famoso afirma não ser mais cristão
Após separação, Pastor famoso afirma não ser mais cristão

Joshua Harris criador do best-seller cristão “I Kissed Dating Goodbye” (que traduzindo para a língua portuguesa quer dizer “Eu Disse Adeus Ao Namoro”), informou que está dizendo adeus a sua crença religiosa.

Um tempo depois, de ter publicado via Instagram, que ele e sua mulher estavam em processo de separação, Joshua, muito aclamado no começo dos anos 2000, como o mestre na arte de se relacionar, afirmou não ser mais um que cristão.

“Estamos escrevendo para compartilhar a notícia que estamos separando e continuaremos nossa vida juntos como amigos. Nos últimos anos, algumas mudanças significativas tiveram lugar em nós dois. É com sincero amor um para o outro e a compreensão de nossa história como um casal que estamos a avançar com esta decisão. Esperamos criar um generoso e solidário futuro para os outros e para os nossos três filhos incríveis nos próximos anos. ”, revelou o autor sobre o final de seu casamento.

Joshua Harris, que foi pastor titular, dos anos de 2004 até 2015, do templo Covenant Life Church, a igreja que foi inaugurada do Sovereign Grace Ministries, em Gaithersburg, Maryland, informou, também pelas redes sociais, que não é mais cristão.

[relatedposts]

“Eu passei por uma grande mudança em relação à minha fé em Jesus”, escreveu ele. “A frase popular para isso é ‘desconstrução’, a frase bíblica é ‘queda’. Por todas as medidas que tenho para definir um cristão, não sou cristão ”.

O autor, na “contramão” dos seus antigos preceitos, falou que é aberto a “uma forma diferente de praticar a fé”, embora ele assuma que “não esteja lá agora”.

“Muitas pessoas me dizem que há uma maneira diferente de praticar a fé e eu quero permanecer aberto a isso, mas eu não estou lá agora.”

Ele também aproveitou o entusiasta momento das postagens para solicitar um pedido de desculpas a grupos gays e simpatizantes. Veja:

“Para a comunidade LGBTQ+, quero dizer que eu peço desculpas pelo que eu ensinei em meus livros e como pastor em relação à sexualidade. Lamento sobre minha posição sobre a igualdade de casamento, por não aceitá-los na igreja e por quaisquer formas que minha escrita e fala tenham contribuído para uma cultura de exclusão e de intolerância. Eu espero que vocês possam me perdoar.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios