Política

“O senhor é um negacionista compulsivo, omisso”, Kátia Abreu ataca Ernesto Araújo na CPI Covid

Kátia Abreu. Foto: Reprodução

O Ex-ministro das Relações Exteriores Ernesto Araújo negou ter feito declarações contra a China e é contestado na CPI da Covid desta terça-feira, 18. A senadora Kátia Abreu (Progressistas) ataca o ex-ministro, chamando-o de negacionista compulsivo. 

Segundo a senadora, o ministro foi uma bússola que direcionou o Brasil para o caos durante sua gestão no Ministério das Relações Exteriores. “Uma bússola que nos levou para o naufrágio da política internacional, da política externa brasileira”, arguiu Kátia.  

“O senhor não só colocou o Brasil como pária. O Brasil não é pária, o Brasil foi muito pior, além de pária. O senhor colocou o Brasil numa posição de irrelevância e eu não aceito o meu país ser um país irrelevante, não aceito que isso aconteça”, se indigna a senadora. 

Mais de 460 quilos de drogas são incinerados em Gurupi

[relatedposts]

O ex-ministro publicou um artigo em abril de 2020 intitulado “Comunavírus” contendo críticas ao isolamento social, medida recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS). “Uma alusão que a pandemia era pra ressuscitar o comunismo, porque deixa as pessoas em casa, dependendo do estado e uma série de coisas. Na minha análise pessoal, Vossa Excelência está faltando com a verdade”, rebate o presidente da CPI da Pandemia, senador Omar Aziz (PSD-AM). 

Em resposta ao senador Omar Aziz, o ex-ministro nega a associação do título do artigo com declarações contra a China. “Comunavirus, o artigo deixa claro, não é uma designação ofensiva ao coronavírus, é uma designação àquilo que o autor comentado chama de vírus ideológico”, diz o Ernesto.

O embate já era esperado entre Kátia Abreu e o ex-ministro Ernesto Araújo na CPI, entenda

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios