Regional

Plano de Imunização no município é questionado após exceção de grupos prioritário diferente

 

Imagem ilustrativa

No último sábado, 15, a Prefeita de Palmas, Cinthia Ribeiro (PSDB), foi questionada, por meio da sua rede social (Twiter) sobre uma suposta informação privilegiada para pessoas fora do grupo de risco, que facilitou a imunização. 

Por meio da rede o seguidor questionou: “Em resumo, quem teve acesso a informação privilegiada conseguiu se vacinar, mesmo não estando no grupo que deveria ser vacinado neste momento. Existe fila, mas só para quem não tem sorte!”, lamentou. 

Em resposta a prefeita afirmou que o município tem seguido rigorosamente o Plano Nacional de Imunização, e afirmou que irá investigar o suposto caso. “Determinei apuração imediata! Espero que não tenha ocorrido, pq é inadmissível. Seguimos rigorosamente o PNI. Se alguém incorrer em erro será responsabilizado administrativamente. Erva daninha aqui não se cria, corto pela raiz”, respondeu Ribeiro. 

[relatedposts]

Furto de fios: homem é preso enquanto furtava fiação

Entenda

A repercussão foi em torno de uma exceção de imunização, ocorrido na  última sexta-feira, 14, ao fim da tarde no Ginásio do Ceulp/Ulbra. A exceção da vacinação em pessoas com comorbidades, segundo o informativo divulgado, cita que para não perder as doses, foi aplicado em quem estava no local e apresentou os documentos comprobatórios. 

Informe divulgado 

“Ocorre que foram abertas exceções, no fim do dia desta sexta, 14, porque a remessa da Pfizer retirada no almoxarifado do Estado pela Semus para o cronograma desta semana, fica acondicionada entre 2′ e 8’C e, nesta temperatura, ela tem validade de cinco dias”, diz.

Sine Tocantins intermedeia 296 vagas nessa segunda,17

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios