Política

MPTO solicita à Semus lista de pessoas que foram vacinadas fora do cronograma previsto

 

Foto: Divulgação/ MPTO

Na última sexta-feira, 14, a prefeitura de Palmas abriu exceções para pessoas fora da faixa etária do plano de vacinação contra a Covid-19 na Capital. Segundo a prefeitura, tal ação foi motivada porque o lote do imunizante da Pfizer perde a validade em cinco dias. Por essa razão, o Ministério Público do Tocantins (MPTO) solicitou que a Secretaria de Saúde de Palmas envie a lista de todas as pessoas que foram vacinadas para verificar possíveis situações de desfavorecimento. 

O MPTO requereu ao secretário de Saúde de Palmas que encaminhe as informações de todas as pessoas que foram vacinadas contra a Covid-19 contendo o nome, idade e comorbidade do vacinado, além das cópias dos laudos médicos. 

A solicitação busca juntar informações para investigar possíveis situações de desfavorecimento durante o período de vacinação. O pedido foi feito nesta segunda-feira, 17, com prazo de cinco dias para o envio da resposta. 

[relatedposts]

Nova remessa de vacinas AstraZeneca chega ao Tocantins na madrugada desta terça-feira, 18

O humorista Paulo Vieira, que possui comorbidade, comemorou ao receber a vacinação. “Pessoas com obesidade que foram infectadas pelo coronavírus têm 113% mais chances de ir ao hospital”, diz.

A prefeitura explicou que, em razão do imunizante da Pfizer ter sido retirado no almoxarifado do Estado pela Semus para o cronograma da semana, a vacina pode perder a validade em cinco dias, se ficar acondicionado em temperaturas entre 2⁰ e 8⁰C no município. Por isso houve a exceção para pessoas fora da faixa etária do cronograma de imunização. 

 

Cronograma de Vacinação 

A Prefeitura de Palmas anunciou neste sábado, 15, a ampliação da vacinação contra a Covid-19 para pessoas que possuem comorbidades com idades acima de 40 anos. 

De acordo com a prefeitura, de segunda a quarta-feira, 17 a 19 deste mês, pessoas entre 49 a 45 anos, que possuem comorbidades estipuladas no Plano Nacional de Imunizações (PNI), podem receber o imunizante. Já na quinta e sexta-feira, 20 e 21, será feita nova ampliação para os de 44 a 40 anos de idade. A vacinação de idosos sem comorbidades acima de 60 anos ainda continua.

Confira as documentações necessárias para receber o imunizante.

Prefeita de Gurupi sanciona leis que concedem recomposição salarial aos servidores efetivos

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios