FeaturedRegional

APRA-TO e entidades dos servidores públicos do estado cobram do governo “Data-Base”

Nesta sexta-feira, 14, a Associação dos Praças Militares do Estado do Tocantins (APRA-TO) em conjunto com outras entidades representativas dos servidores públicos, protocolou requerimento solicitando ao Governo a implementação financeira da revisão geral anual.

No documento, a cobrança do implemento integral na folha de pagamento do mês de maio de 2021, referente às datas-bases dos anos de 2019, 2020 e 2021. Cinco dias é o prazo para que o Governo se manifeste.

No total, a perca inflacionária já soma 14% nos salários dos servidores. Sendo:

4,0747% em 2019
2,4599% em 2020
7,5911% em 2021

[relatedposts]

Nova Lei permite que grávidas trabalhem remotamente sem diminuição do salário

Para o presidente da APRA, 1º Sgt Claylson da Silva Carneiro Xavier, “a cobrança ao governador Mauro Carlesse não é de reajuste salarial, mas de um direito dos servidores, atrasado há dois anos. Isso sem contar que uma boa parte da economia do Estado gira em torno dos salários dos servidores”.

“Sem seus direitos pagos em dia, os servidores perdem o poder de compra”, disse o Presidente.

Ascom APRA-TO com informações da Ascom ADPMETO

MPTO entra com ação contra secretária que recomendou lavar e reutilizar máscaras descartáveis

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios