FeaturedPolicial

Plano de saúde dos servidores mantém suspensão temporária de cirurgias eletivas; entenda

Fotos: Divulgação/Governo do Tocantins

Mylena Ribeiro/Governo do Tocantins

No último mês de março foi determinada a suspensão de procedimentos eletivos pelo Servir, plano de saúde dos servidores do Tocantins. A medida ainda está em vigor e se faz necessária para garantir a segurança dos beneficiários e ainda no sentido de evitar o contágio da doença em unidades hospitalares com atendimento a pacientes de outras especialidades que possam estar assintomáticos. A suspensão foi definida em comum acordo com prestadores de unidades hospitalares.

As cirurgias eletivas são procedimentos que não necessitam de execução imediata e podem ser postergados sem prejuízos. Já os casos de urgência e emergência são aqueles que não podem ser adiados, esta modalidade permanecerá ativa, não sendo uma opção para o Servir a descontinuidade dessa assistência. O médico responsável pelo atendimento é quem determina se o procedimento necessário é de urgência, emergência ou eletivo.

Carlesse diz que vai equiparar valores pagos por insalubridade aos profissionais da Enfermagem 

[relatedposts]

“Precisamos dar todo suporte para que a atuação dos serviços de saúde e de regulação tenham os resultados que a população requer”, afirmou Ineijaim Siqueira, diretor do Servir e secretário Executivo da Secretaria da Administração, “temos que respeitar o cenário que o Tocantins está inserido no enfrentamento da pandemia e trabalhar pela assistência dos nossos beneficiários”. O gestor afirmou ainda que os casos eletivos de baixa complexidade, aqueles que não necessitam de leito de estabilização ou de UTI, devem receber flexibilização em breve.

Na tarde desta quinta-feira, 13, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, apresentou medidas que visam à retomada gradual de atividades no Estado. Com novo Decreto previsto para publicação ainda nesta sexta, 14, será determinado retorno das atividades presenciais no serviço público estadual, com a estratégia de revezamento a fim de reduzir o fluxo de servidores, em jornada de seis horas.

PM anuncia pagamento do primeiro lote de restituição da taxa de concurso anulado em 2018

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios