FeaturedPolítica

Abrasel-TO comparece à câmara exigindo retratação do vereador Folha

O vereador Junior Brasão (PSB) prestou apoio, na manhã desta terça-feira, 11, ao setor da alimentação fora do lar após o vereador José de Lago Folha Filho (Patriota) não compactuar com requerimento de urgência para a flexibilização de bares e restaurantes em Palmas. O pronunciamento de Folha gerou polêmica e a Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel-TO) no Tocantins compareceu à câmara para exigir retratação.

Durante sessão na câmara de vereadores na manhã desta terça-feira, 11, representantes da Abrasel levantaram faixa escrita: “Não vendemos drogas!!! Respeite nosso trabalho!!! Precisamos reabrir.”.

Na ocasião, o vereador Junior Brasão (PSB) prestou apoio aos manifestantes presentes. “Eu que fui comerciante muitos anos aqui em Palmas, a gente sente na pele o que eles estão sentindo.”, afirma o vereador.

Junior Brasão pontua que a presença da Abrasel na Câmara dos Vereadores é um direito do setor e ressalta o apoio à categoria. “O que eles estão querendo, os nossos empresários, é a reabertura do comércio. Todos nós sabemos que a economia de Palmas gira em torno do comércio. Então, a gente está junto, apoiando o processo que eles estão em busca.”, diz.

[relatedposts]

Clima esquenta na Câmara Municipal após Folha expos opinião e Janad rebater

Entenda a polêmica

A polêmica girou em torno de uma fala que o vereador Folha disse durante a sessão da última terça-feira, 04. “Fazer a comparação de quem vai ao supermercado comprar feijão, farinha, carne, com quem vai no boteco tomar cerveja e usar droga, eu não vou contribuir com isso”, esclarece Folha durante discussão para a aprovação do requerimento do vereador Rubens Uchôa para a flexibilização de bares e restaurantes.

Durante sua fala na sessão desta terça-feira, 11, Folha argumentou que não disse em nenhum momento que bares e restaurantes em Palmas são pontos de venda de drogas. O Vereador afirma também que a nota de repúdio feita pela Abrasel foi infeliz: “Fazer uma nota de repúdio em uma fala que não existiu, foi infeliz. Espero que ela possa se retratar dessa nota que produziu, repudiando algo que ela não tem nada provado do que eu falei que bares e restaurantes são pontos de venda de drogas.”, pontua Folha.

O que diz a Abrasel

A Presidente da Abrasel, Ana Paula Setti, explica o motivo da presença na Câmara dos Vereadores na manhã desta terça-feira. “Hoje nós viemos pedir uma retratação do vereador que ofendeu o nosso setor, a nossa classe. E dizer para eles que nós não somos pessoas do mal, que estamos em busca da morte. Nós estamos aqui buscando nosso direito de trabalho.”, diz.

“O vereador Rubens Uchôa fez uma proposta pedindo que nós retornemos às nossas atividades, mas nós não podemos ficar calados diante de um ataque tão ofensivo. Nós precisamos de respeito. Nós precisamos trabalhar para manter as nossas famílias. Esse é o nosso intuito aqui hoje, nós pedimos o direito de trabalho.” Complementa a presidente

Associação de Praças Militares APRA-TO, e autoridades levam demandas ao governo

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios