Regional

Vice-presidente da Câmara, Rubens Uchôa apresenta requerimento onde solicita a reabertura dos bares e restaurantes na Capital

Dos 19 parlamentares 2 foram contra o requerimento, Solange Duailibe (PT) e José Folha (Patriota) – Foto: Divulgação

Nesta terça-feira, 4, durante sessão ordinária na Câmara Municipal, o vice-presidente vereador Rubens Uchôa (Cidadania), apresentou um requerimento, onde solicita a reanálise do Decreto n° 2029/21 e a reabertura dos bares e restaurantes com o funcionamento noturno das 18 até 00h. 

A proposta que flexibiliza as regras para o funcionamento de bares e restaurantes é polêmica, pois alguns parlamentares consideram que a medida poderia enfraquecer o combate a Covid-19 e aumentar os números de casos confirmados na Capital.  

Em defesa, o autor Uchôa considera que a paralisação total ou parcial das atividades de bares e restaurantes têm gerado diversos problemas como falência, demissões, desempregos e desaceleração da economia de Palmas.

 “Torna-se necessário a reanálise das medidas impostas a essa classe e que sejam impostas medidas de prevenção como distanciamento mínimo, utilização de máscaras para entrar no estabelecimento, fomecimento de álcool em gel na entrada e nas mesas.  Se adotadas todas essas medidas preventivas, a doença, a crise e o desemprego serão evitados e a economia da cidade se fortalecerá nesses tempos difíceis”, justificou o parlamentar. 

[relatedposts]

Dos 19 parlamentares 2 foram contra o requerimento,  Solange Duailibe (PT) e  José Folha (Patriota)  

Em uso de sua fala, o Vereador Folha, votou contra o pedido, argumentando que cada vez que flexibiliza medidas na Capital, os números de casos aumentam. 

“Na fase de discussão, eu gostaria de avisar os nobres pares que essa semana o Covid-19 teve um aumento no município de Palmas. Faz parte do crescimento do covid, justamente a flexibilização. Me preocupa muito abrir bares, mesmo que com restrição. E analisando que o cidadão, quando ele toma o primeiro gole de cerveja ele ainda está muito tranquilo, mas no segundo, terceiro ou quarto para frente, e eu já bebi muito, posso falar como exemplo que fui, eu acho que é temeroso”, afirmou Folha. 

Em discordância com o argumento do vereador, a presidente da Câmara, Janad Valcari (Podemos), disse que “O Covid não é Boêmio” e votou favorável à medida.  

“Da mesma forma que pode abrir o comércio de dia, receber pessoas sentadas em suas mesas no mesmo ambiente, por que não pode abrir a noite. Então eu acho que a gente tem que prolongar o horário e não diminuir, e conforme estatística não houve aumento nenhum, nós estamos na fase amarela”, rebateu a presidente da Casa. 

Palmas se encontra na fase laranja, se aproximando a fase amarela, e mostra através do Coronômetro, atualizado no último dia 03, que existem cerca de 38.464 casos confirmados, 156.332 notificações e 478 óbitos, na Capital. 

 

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios