FeaturedRegional

ALETO aprova duas medidas que beneficiam microempresas no Tocantins, confira

Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins – Foto: Silvio Santos

Nesta quarta-feira, 28, a Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins (ALETO), aprovou duas medidas provisórias, dentre elas, a que prorrogando benefícios a microempresas que aderiram ao Simples Nacional e a empresas que desejam fazer o reparcelamento de dívidas junto ao Programa Estadual de Recuperação de Crédito.

Governo tem o objetivo de apoiar as empresas tocantinenses que enfrentam dificuldades e a crise econômica nesta pandemia ocasionada pela covid-19, com a prorrogação de benefícios como a redução no cálculo de impostos e o reparcelamento de dívidas tributárias, a fim de evitar ações de execução fiscal promovidas pela Fazenda Estadual.

Eudes Assis, presidente da Comissão de Finanças, Tributação, Fiscalização e Controle de Palmas, participa de audiência pública na AL

A medida altera a Lei 3.014, que trata do parcelamento de créditos da Fazenda Pública e prorroga, até 30 de junho deste ano, o prazo para pagamento da primeira parcela com vistas à adesão ao Programa de Recuperação dos Créditos, ao reparcelamento de saldos remanescentes de outras dívidas.

[relatedposts]

A segunda medida aprovada pela Casa de Leis, altera a Lei 1.303, que contempla microempresas, empresas de pequeno porte e microempreendedores que aderiram ao Simples Nacional, possibilita o benefício da redução de 75% da base de cálculo do ICMS até o final deste ano e garante a redução de 50% até 2022.

A proposta visa assegurar o apoio a empresas com problemas financeiros devido ao cenário de instabilidade econômica em que o Estado está passando. 

Pessoas a partir de 64 anos já estão sendo vacinados na Capital

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios