FeaturedRegional

Kátia Abreu e Aécio Neves pedem apoio à Gavi por mais vacinas contra o Coronavírus

A senadora Kátia Abreu (PP-TO) e o deputado federal Aécio Neves (PSDB-MG) pediram ao presidente da Gavi (Aliança Global para Vacinas e Imunização), Durão Barroso, apoio no envio de mais doses de vacinas contra a covid-19 ao Brasil. O pedido foi feito em encontro virtual realizado na 5ª feira (22.abr.2021).

Kátia Abreu é presidente da Comissão de Relações Exteriores no Senado, e Aécio Neves é presidente da Comissão de Relações Exteriores na Câmara.

Na reunião, a senadora disse ser “desalentador” o anúncio do Ministério da Saúde de que o grupo prioritário de vacinação no Brasil será totalmente imunizado somente em setembro.

Durão Barroso disse que a Gavi pediu para os parceiros do consórcio Covax Facility auxiliarem o Brasil, mas destacou que o cenário atual não é fácil e que o cronograma de entregas das doses das vacinas está atrasado.

[relatedposts]

Além disso, Durão Barroso afirmou que há uma dificuldade para produzir e importar os insumos e imunizantes, uma vez que a Índia é o principal fornecedor do consórcio e vive um agravamento da pandemia no país.

Apesar disso, o presidente da Gavi confirmou previsão de entrega de 4 milhões de doses da vacina da AstraZeneca ao Brasil nas próximas semanas, com a 1ª remessa marcada para 26 de abril. Além de cerca de 842 mil doses do imunizante da Pfizer para o mês de junho.

A respeito da quebra de patentes, o presidente da Gavi afirmou que a opção “mais eficaz e eficiente” seria investir em acordos de transferência de tecnologia. Disse que tais acordos seriam vantajosos para o Brasil, já que o país conta com capacidade industrial e conhecimento, e colocou a Aliança à disposição para intermediar contatos com a indústria farmacêutica. Kátia Abreu disse esperar que os acordos sejam implementados o quanto antes, inclusive com apoio da OMS.

CONSÓRCIO

O Brasil recebeu o 1º lote de vacinas da aliança global Covax Facility em 21 de março. O consórcio criado pela OMS (Organização Mundial da Saúde) conta com mais de 150 países. O acordo com o Brasil é para a entrega de 42,5 milhões de doses, um investimento de R$ 2,5 bilhões. Esse número de vacinas, com aplicação em 2 doses, consegue cobrir o equivalente a 10% da população brasileira, de acordo com o contrato entre o governo e a aliança.

Com informações poder360.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios