FeaturedRegional

Covid-19: saúde de Palmas define critérios de vacinação das Forças de Segurança e Salvamento

Autor: Redação Semus/ Edição: Lorena Karlla |

A Secretaria Municipal da Saúde de Palmas (Semus) definiu os critérios de vacinação contra a Covid-19 dos trabalhadores da Força de Segurança e Salvamento. Serão imunizadas 162 pessoas com a remessa, visto que a Capital recebeu apenas 6% das doses destinadas a este público, que na Capital é estimado em 3.446 pessoas.

 

A Semus seguirá Nota Técnica N° 297/2021, do Ministério da Saúde, que define alguns critérios de prioridade. Serão vacinados trabalhadores que atuam nas ações de vigilância das medidas de distanciamento social, com contato direto e constante com o público.

 

[relatedposts]

Com a chegada de novas doses, a Semus adicionará trabalhadores envolvidos no atendimento e/ou transporte de pacientes, resgates e atendimento pré-hospitalar, ações de vacinação contra a Covid-19.

 

Conforme a diretora de Vigilância em Saúde da Semus, Marta Malheiros, a escolha considera setores prioritários e níveis de exposição. “As Forças de Segurança e Salvamento com sede em Palmas estão cientes sobre os critérios e a Semus aguarda ofício de cada uma para começar a imunizar os trabalhadores preconizados”, informou.

 

Os demais trabalhadores que não se enquadrarem nas atividades descritas serão vacinados de acordo com o recebimento de doses.

A partir do recebimento de mais doses, a Semus adicionará trabalhadores que atuem nas ações de apoio logístico ao Plano Nacional de Imunizações (PNI), transporte de insumos para áreas com alto grau de contaminação, ações de vigilância de fronteiras, espaço aéreo, espaço marítimo e controle de tráfego aéreo e marítimo, apoio às ações de combate aos crimes transnacionais e ambientais, e posteriormente, demais militares.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios