BrasilFeatured

Tocantins mantém fiscalizações para evitar a entrada de suínos, produtos e subprodutos oriundos de áreas não livre da Peste Suína Clássica

Welcton de Oliveira / Governo do Tocantins, 25 de março de 2021

O Tocantins possui reconhecimento internacional como zona livre da Peste Suína Clássica (PSC), e para manter este status sanitário que possibilita a LIVRE comercialização dos animais, produtos e subprodutos oriundos da suinocultura, a Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) mantém fiscalizações diariamente nos postos fixos e volantes, principalmente, na divisa com os estados do Pará, Maranhão e Piauí que são áreas não livres da PSC.

Nesta semana o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), emitiu uma nota técnica aos estados, comunicando a confirmação de mais dois casos de PSC no estado do Piauí. Com isso, a Adapec reforça aos produtores de suínos do Tocantins para que não adquiram suínos vivos, produtos e subprodutos  de unidades da federação que não possuam o status de zona livre da PSC. “Estes dois focos confirmados no Piauí não mudam muito as nossas ações, mas nos alerta para intensificação das ações de fiscalização em  barreiras fixas e volantes, e além disso, contar com a colaboração dos criadores de suídeos para não adquirirem animais, produtos e subprodutos destes estados que não são considerados livres da PSC,” ressaltou a responsável técnica pelo Programa Estadual de Suídeos, Regina Barbosa.

[relatedposts]

De acordo com a Adapec, mesmo em meio a pandemia foram mantidas as ações de fiscalização nas barreiras fixas e de trânsito nas divisas do Piauí e nos demais limítrofes à área não livre, inclusive vigilâncias ativas nas propriedades que possuem suínos, e  que,  fazem divisa com os estados que compõem a zona não livre para PSC.

Também foram conservadas as ações de educação em saúde  e atendimento a casos suspeitos de doenças nos suínos. “O Tocantins possui uma importância estratégica para o controle da doença no país, uma vez que ele faz parte dos estados com reconhecimento internacional de área livre para PSC e faz divisas diretas com estados não livres da PSC, funcionando ainda como uma “barreira de proteção” para áreas mais produtivas do Brasil, por isso, precisamos continuar vigilantes,” disse Regina.

O presidente da Adapec, Paulo Lima afirma que o trabalho realizado pela Adapec, nas ações de fiscalizações  e atividades de vigilância epidemiológica garantem a manutenção do status sanitário do  rebanho de suídeos do Estado. “Queremos garantir a proteção da suinocultura do Tocantins e preservar o nosso status de zona livre da PSC, contribuindo para a expansão dessa atividade no Estado,” disse o presidente.

Dados

O Tocantins possui um rebanho de suídeos de 244.478 suínos, distribuídos em 174 granjas comerciais e 23.608 criatórios.

Peste Suína Clássica

A PSC não é transmitida ao homem. Porém, a ocorrência de um foco implicaria em grandes perdas econômicas e repercussões sociais com o sacrifício de animais, interrupção das atividades das granjas, redução imediata da produção de carne, restrição comercial de países importadores de animais, carnes, produtos e subprodutos de origem animal, bem como de produtos agrícolas como a soja e o milho, já que alguns mercados só importam os vegetais de área livre da PSC.

Segundo o Ministério da Agricultura, a zona livre de PSC do país inclui o Distrito Federal e 15 estados  (RS, SC, PR, MG, SP, MS, MT, GO, RJ, ES, BA, SE, TO,  RO e AC).

Sintomas

Os principais sintomas da doença que acomete os suídeos (suínos e javalis) são: febre alta, perda do apetite, diarréias, paralisias, tremores, manchas hemorrágicas pelo corpo e andar cambaleante. Em caso de suspeita da PSC, o produtor deve comunicar imediatamente a Adapec.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios