BrasilFeatured

Rubens Uchôa repudia acusações do deputado Zé Roberto às Igrejas Evangélicas como divulgadora de Fake News

O vereador Rubens Uchôa (Cidadania) se manifestou através de nota repudiando as declarações do deputado Estadual Zé Roberto Lula (PT) durante sessão na Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins no dia 16 de março de 2021, em que faz graves acusações às forças de segurança, Policia Militar, Policia Federal, Polícia Civil, vigilante, grupo de empresariado, agronegócio e igrejas evangélicas, como entidades que espalham mentiras, e batalham contra o isolamento social e contra a vacina no combate o coronavirus.

O vereador palmense, Rubens Uchoa, disse considerar reprovável e repugnantes as acusações feitas pelo o deputado Zé Roberto. “Não é aceitável um discurso de discriminação e ódio por uma figura pública, que deveria pelo menos respeitar estas instituições”, disse.

Uchoa disse que é falta de respeito acusar as igrejas evangélicas e pastores, como culpados pela divulgação de fake news sobre a pandemia. O parlamentar ressalta ainda que o segmento evangélico sempre prima pela verdade, pelo respeito e pela ética, e que muito contribui para bem estar da sociedade.

O vereador registra ainda que em nome do segmento evangélico repudia o discurso de ódio e discriminação, que atinge de forma desrespeitosa um dos mais importantes segmentos da sociedade, composto por pessoas na sua maioria ordeira, de boa-fé e fiel cumpridora de seus deveres.

[relatedposts]

Uchoa ressalta ainda que desvio de certas pessoas não tem o condão de macular todo um segmento, que continua fiel a seus princípios e os defendem de forma intransigente.

O vereador Rubens Uchoa é vice-presidente da Câmara Municipal de Palmas, cantor gospel e é um dos nomes mais influentes da política na capital.

Confira a nota

Manifesto publico

Manifesto publicamente meu repúdio as declarações preconceituosas do deputado Estadual Zé Roberto Lula (PT) em seu pronunciamento durante sessão na Assembleia Legislativa do Estado do Tocantins no dia 16 de março de 2021, quando o mesmo faz acusações às forças de segurança, Policia Militar, Policia Federal, Polícia Civil, vigilante, grupo de empresariado, agronegócio e igrejas evangélicas, como entidades que espalham mentiras, e batalham contra o isolamento social e contra a vacina no combate o coronavirus.

Considero reprovável e repugnantes as acusações a estas entidades. Não é aceitável um discurso de discriminação e ódio por uma figura pública, que deveria pelo menos respeitar estas instituições.

Acusar às igrejas evangélicas e pastores, como culpados pela divulgação de fake news sobre a pandemia, é uma falta de respeito ao um segmento que prima pela verdade, pelo respeito e pela ética, e que muito contribui para bem estar da sociedade.

Portanto, fica registrado em nome do segmento evangélico o meu repúdio a esse discurso de ódio e discriminação, pois atingiu de forma desrespeitosa um dos mais importantes segmentos de nossa sociedade, composto por pessoas na sua maioria ordeira, de boa-fé e fiel cumpridora de seus deveres.

Eventual desvio de certas pessoas não tem o condão de macular todo um segmento, que continua fiel a seus princípios e os defendem de forma intransigente.

Rubens Uchôa

Vereador em Palmas

 

Com informações dgospel.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Enviar Mensagem
Envie seu conteúdo agora!
Envie seus flagras e suas denúncias para a redação do Pauta Notícias.

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios