FeaturedRegional

Prefeitura diz que que as igrejas não estão proibidas de funcionar, o que está suspenso são atividades religiosas

Após a decisão do governo do estado em liberar parte do comércio que realizam atividades e serviços não essenciais, um fato veio à tona nas redes sociais; se as igrejas evangélicas e católicas poderiam realizar cultos e missas com a presença de pessoas mantendo a distância, segurança e a higiene necessária.

Diante das dúvidas de líderes religiosos na capital, o site Pauta Notícias entrou em contato com a prefeitura de Palmas, que informou por meio de nota, que as igrejas não estão proibidas de funcionar, o que está suspenso são atividades religiosas que geram aglomeração de pessoas, ou seja cultos e missas com presença de público.

NOTA DA PREFEITURA

A Prefeitura de Palmas esclarece que o Decreto Municipal Nº 1.859 do dia 18 de março continua vigente. O ato suspende a realização de eventos, reuniões e/ou atividades sujeitas a aglomeração de pessoas, sejam elas governamentais, artísticas, esportivas e científicas do setor público, sendo as medidas adotadas recomendadas ao setor privado, somando-se as atividades comerciais e religiosas.
Dessa forma, ressaltamos que as igrejas não estão proibidas de funcionar, o que está suspenso são atividades religiosas que geram aglomeração de pessoas.

As denúncias de aglomerações de pessoas podem ser ser feitas pelo Disque Zap Coronavírus da Saúde pelos telefones: 3218-5643 e 3218-5458 (fone e Whatssap) e de comércios abertos podem ser feitas pelo 153 ou 190 que funcionam por meio de Sistema Integrado de Operações (Siop).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios