FeaturedRegional

APRA-TO oficializa governo e pede participação da categoria nas propostas de mudança nas leis vigente

A Associação dos Praças Militares do Estado do Tocantins (APRA-TO) oficializou nesta segunda-feira, 06, o Comandante-Geral da Policia Militar do Estado do Tocantins, Coronel Jaizon Veras Barbosa, o Comandante-Geral do Corpo de Bombeiros Militar do Estado do Tocantins, Coronel Reginaldo Leandro Da Silva e o Secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal.

No ofício a APRA-TO solicita que os representantes das respectivas pastas enviem cópia dos projetos de lei que alteram a legislação atual dos Policiais Militares e Bombeiros Militares. No documento a associação destaca que a apreciação destes projetos pela entidade representativa é de suma importância para a construção de um projeto que atenda às demandas da classe.

Assista:

 

 

Para João Victor Moreira, Presidente da APRA-TO a elaboração conjunta desses projetos podem ajudar tanto a gestão como atender os anseios dos militares, “na última reunião que tivemos com o comando geral da PM tomamos conhecimento verbalmente de algumas alterações propostas pela atual gestão para a Legislação da PM e BM, acreditamos que a construção conjunta desse projeto é o mais viável para chegarmos em um projeto de Lei que atenda às necessidades da gestão e que principalmente não traga prejuízos aos colegas” reforçou o presidente.

No documento a APRA-TO destaca que algumas alterações propostas vêm de contramão a atual situação em que os militares estão totalmente dedicados à manutenção da lei e da ordem, diante desta situação de pandemia expondo a si próprio e seus familiares ao risco de contágio. “essas alterações trazem insatisfação e desmotivação da tropa, precisamos neste momento delicado nos unir para trazer propostas que realmente atendam os anseios dos militares, destacou Kássio Maluar, Diretor Administrativo da APRA-TO

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo

Adblock detectado

Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios